domingo, 15 de maio de 2011

marca d'agua


Poder ao alcance de todos,
nas mãos dos fracos.
Marcas d'agua na lua.
no olhar .
Resista, o qeu eu faço não
é para mim;
''O QUE ELA SENTE NÃO É AMOR''
A arte simbólica tomando gosto
pela simbolização . Orquestra de sinos.
Sem impulso a questionar sondos paralizados,
hemorragia.
Um beijo de uma gueisha.

Meia Vida


Ouço meu espírito zurrar.
Sempre que penso em você,
prego no meu rosto um sorriso no 
canto da boca.
Digoa verdade não há verdade...
Um carrasco incomodo, crêr não é
querer, é ser, acreditar.
Incrédulo,
Realidade valorizada a céu aberto.
Não quero viver em vão.
Sou minoria, vou continuar sendo minoria.
Pintando a meia vida , procurando
a noite, o nascer do sol.
Comum de 1(meio 2)
Anjos voltados no mar 
Nem todas as regras são para ser
seguidas.


sábado, 14 de maio de 2011

Que coiisa feia!
to chorando até agora!
mas mesmo assim,
''To sem freio, to sem freio é o bonde
do MENGÃO sem freeeeeeeeeeeio''!

terça-feira, 10 de maio de 2011

Wheight the World

Atrás de um sorriso , pode
não estar apenas um carisma ,
pode estar um desleicho, um declínio
uma lágrima.
Perdas nos preparam para a vida, 
aprendemos que nem tudo é de cordialidades
eufóricas.
Assim sejamos dignos das promessas da luz.

Proibitorum


Passos flamejantes.
Cansados de caminhar pelo lado
contrário .Promessas voando ao
vento , como folhas soltas...
sôpro fora do comum.
Não chove mais em mim , falas
convíctas, me convide para um dança
com um eco celestial...
Olhar grave,
Boca marcante,
Pele suave
Cabelo extravagante,
Sorriso irônico.
Para se alegrar não tem data marcada,
tem tempo marcado em frases,
em versos brancos,
lacunas recentes;
acima de tudo.
(tomar sua dor)

Flames


Isolar os pensamentos , vidas
não tem roteiro .
Se manipulando cada vez mais .
A revolta se expande por completo,
a revida te vigia 24 horas.
De emoção em emoção , os olhos
desmoronam e o coração não aguenta, 
respeite...
meus limites selados pela s máguas
trancafiado pela honrra.
Algemado , discaradamente pelo perigo...
Nossos sonhos dão-se as mãos .
Até o nascer do sol .
Antes o silêncio é apenas uma neblina,
hoje é a solução das omissões ...

Call me



Apenas uma vida
Apenas em amor
Apenas uma chance para viver,
para amar sofrendo...
Rainha solitária (for you)
apenas grito , se quer ir vá...
dormindo eternamente sem tormenta,(não há saída)
Isso é real é o perigo .
As lembranças também...
(não consigo suportar)
lembro de tudo só...
sozinho novamente.
 

quinta-feira, 5 de maio de 2011

alive


Não me tire de suas mãos.
Ficaram em mim...suas marcas....
Eu só quero te abraçar.
meu Último adeus será em você,
Quando o primeiro sol chegar.




Simples assim,
sua face, suas lembranças se vão nos flocos de 
neve no inverno...
o frio...sóbrio....louco...
nós acreditamos nós conseguimos.
isso é real 
essa sou eu
isso sou eu,
pedaços quebrados...

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Abater?



Falo absurdos para minha mente.
Meu coração clama realidade , há um
vazio ...
não sou inválida , mas insegura e sem personalidade.
Eu não me abato facilmente... Princesa da dor , não
consigo ver sua estrela , mas consigo ver sua força.

Súbito

Indulgência inconstante se acabando ao fim de florescer,
só ouço agora , atitude tão imerecida, tranbordando de
cordialidade.
Entre o escarneo e um quase desespero...
Sua grande benevolência relutante,
Incapazes de decifrar aqueles epicos hieróglifos.

Ruska


uUm átomo no seu olhar e memória de frivolidades.
Subitamente minta, se ter apaixonado.
Me perdí nas teias do sonhos , no país das maravilhsa não vou cair...
Como estrelas são pássaros voando na imensidão azul que é infito aos olhos nús.

domingo, 1 de maio de 2011

Quietude


Observo cada gesto,
cada dor, tentando entender as atitudes e 
pensamentos insensatos. O silêncio
e uma dor profunda , não se houve
a própria mente te chamar , não me consertar
não estou quebrada .
Perdi o controle sobre mim .
Na quietude da noite...

Faraway


Talvez seja cedo dimais 
para querer a felicidade...
não se pode querer o que está
distante de acontecer.
No meio da multidão não consigo 
ouvir minha mente quebrar...
Deitar no mar, sem medo
longe de toda negatividade.
Aprofundidade dos sonhos ...
São reais.

Futilidade

Futilidade indispensável na vida , 
críticos sedentos de horror.
E a segunda chance pode não mais existir .
A filosofia humilhada.
SIM sou diferente mas
isso não muda nada entre ser 
ou não a escolha certa.
Me parte o coração saber que a decisão 
pode ter sido a errada.